Obesidade no mundo pet: entenda os riscos!

Um pet gordinho pode até gerar aquela sensação de fofura, mas é importante lembrar que o sobrepeso não é legal para a saúde do animal! Quando os animais estão acima do peso, eles estão expostos ao risco de desenvolver sérias complicações de saúde, tais como doenças endócrinas, como o diabetes, ortopédicas, cardíacas e até respiratórias.
 
É responsabilidade do tutor adotar alguns cuidados primordiais no que diz respeito à alimentação e estilo de vida dos animais para que o pet não ultrapasse o peso ideal e tenha muito mais longevidade e qualidade de vida! 

Alimentação

O pet deve ser alimentar de forma apropriada, seja com alimentação natural ou com ração. É importante lembrar que, assim como os humanos, eles têm horários para se alimentar. Deixar a ração disponível o tempo todo é uma grande falha da maioria dos tutores. Além disso, o hábito de ofertar alimentos que não são destinados aos animais também pode contribuir para o sobrepeso!

Sedentarismo

Muitas vezes, os donos não conseguem reservar um tempo para atividades físicas junto com o pet e, para eles, isso é de extrema importância para o gasto energético e também para o bem-estar psicológico. A atividade física tem extrema importância na qualidade de vida dos peludos, tanto para cães como para os gatos. A prática de exercícios auxilia de forma geral em prevenir ou tratar a obesidade e a redução da ansiedade. Também fortalece as articulações, melhora a função cardiovascular e, principalmente, auxilia na cognição dos pets.

Acompanhamento veterinário

Monitorar o peso do animal é fundamental para saber como anda a saúde do pet. Por isso, o check-up veterinário é de suma importância! Nas consultas de rotina, o profissional dá orientações quanto à alimentação e a frequência de atividade, sempre priorizando a saúde e bem-estar do animal! Agende aqui no Centro Veterinário Quatro Patas! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.